Até aqui
Eu era um cara romântico
Do tipo incorrigível
Mas a vida me pregou tantas peças que fez isso mudar
Destruiu meu coração...
Mas agora quero que a sua rua exploda
E que você esteja nela
Vou rir lá da esquina
Ou seja lá onde eu estiver vou fazer algo assim
Mas não sei se isso vai me fazer feliz.

Eu tinha vergonha de chegar,bom...
Na verdade era medo, pavor talvez
Escrevi-lhe uma carta singela, “romântica” e infantil (eu era criança na época)
Pra você saber que eu te amo
Mas você a rasgou junto com meu coração e me disse “não”
Ai pensei que você não era pro meu bico.

Até ai
Eu era um cara romântico
Do tipo ainda incorrigível
Mas a vida me pregou tantas peças que fez isso mudar
Destruiu meu coração...
Mas agora quero que o seu bairro exploda
E que você esteja nele
Vou rir lá do centro
Ou seja lá onde eu estiver vou fazer algo assim
Mas não sei se isso vai me fazer feliz.

É com você eu fiquei
Foi só um beijo o primeiro na verdade
Foi lindo, maravilhoso diria talvez mágico (pelo menos pra mim)
Até eu que ouvi na rua (em alto e bom som) “corno” e depois “não liga não”
E por isso até briguei
Descobri não ser o único
E me entristeci

Até ai
Eu era um cara romântico
Do tipo quase incorrigível
Mas a vida me pregou tantas peças que fez isso mudar
Destruiu meu coração...
Mas agora quero que sua cidade se exploda
E que você esteja nela
Vou rir lá da outra
Ou seja lá onde eu estiver vou fazer algo assim
Mas não sei se isso vai me fazer feliz.

E de você eu gostei
Na verdade me apaixonei
Mas tinha que esperar
Ia lá eu saber que você não ia gostar
E depois de vários presentes mesmo pelo telefone você me chutou
Meu traseiro ainda dói um pouco
Mas eu vou te esquecer

Até ai
Eu era um cara romântico
Do tipo ainda quase incorrigível
Mas a vida me pregou tantas peças que fez isso mudar
Destruiu meu coração...
Mas agora quero que seu estado se exploda
E que você esteja nele
Vou rir lá de Manaus
Ou seja lá onde eu estiver vou fazer algo assim
Mas não sei se isso vai me fazer feliz.

E de você nem sei
Mas me acostumei por medo da rejeição
Até que comecei a te amar
Mas você queria um brinquedo
Alguém pra modelar a sua vontade
A por não passar na prova
Eu fui dançar

Até ai
Eu ainda era um cara romântico
Do tipo quase corrigível
Mas a vida me pregou tantas peças que fez isso mudar
Destruiu meu coração...
Mas agora quero que o seu pais se exploda
E que você esteja nele
Vou rir lá do pólo sul (apesar de detestar o frio)
Ou seja lá onde eu estiver vou fazer algo assim
Mas não sei se isso vai me fazer feliz.

Até que enfim gostou de mim
Mas eu queria “ela”
Até a hora que gostei de ti
Mas pra você não valeu
Foi rápido demais, você disse
Meus valores eram diferentes
Ou até poucos segundo você
Um cara decente não servia
Meu amor era abundante
E você só entendeu isso tarde demais

Você pode entrar nessa de me fazer infeiz
mas saiba que vou (pelo menos pensar em) te explodir
e rir
de lá ou da qui
ou...
pode tentar me fazer feliz!!!

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Blogger Template by Blogcrowds